O Estudo

Futuros Criativos – Economia e Criatividade em Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe

EC“Futuros criativos – Economia e criatividade em Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe” é o título de síntese de um conjunto de iniciativas que têm o objectivo de valorizar a inovação e a criatividade como factores de desenvolvimento.

Sabemos que a criatividade e a inovação estão cada vez mais na base da valorização de recursos endógenos e até identitários, de descoberta de novas soluções para uma multiplicidade de desafios: referimo-nos em particular aos que são colocados pela urbanização acelerada e pela necessidade de criação de oportunidades para jovens e maior igualdade na inserção das mulheres no trabalho e nas comunidades, pela exclusão de populações rurais envelhecidas, pela necessidade de gerir os recursos de forma sustentada, de valorização de culturas nacionais, recorrendo às inovações da ciência e da técnica, pela necessidade de construir bases de relacionamento com o mundo mais equilibradas e justas.

Este estudo procura identificar e valorizar em cada contexto nacional ou local, os recursos e as soluções já disponíveis e tornar o seu conhecimento acessível. Trocar ideias, experiências, interrogações e sonhos é talvez uma das formas que mais nos enriquecem, gerando confiança e criando cumplicidades – um processo de auto/inter capacitação, sem prazo definido. A realização da pesquisa, entre equipas nos três países – com a participação do Atelier Mar e da Plataforma das ONG´s em Cabo Verde, a Federação das ONG´s de São Tomé e Príncipe e a TINIGUENA, na Guiné-Bissau – acompanhada pela ACEP, foi possível pelo apoio financeiro da Fundação Portugal-África e do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

Com esta edição desejamos contribuir para a valorização da cultura e das produções criativas como respostas para os desafios referidos e para a progressiva construção de visões estratégicas, ainda naturalmente escassas num terreno onde o intangível é, por definição, um recurso ilimitado.

 

Coordenação do projecto

Fátima Proença

 

Assessoria Científica

Rosana Albuquerque

 

Equipa do estudo em Cabo Verde

Debora Sanches, Samira Pereira, Maria Miguel Estrela, Mário Moniz

 

Equipa do estudo na Guiné-Bissau

Ilsa Sá, Midana Mbussum, Saturnino Oliveira, Tânia Santos

 

Equipa do estudo em São Tomé e Príncipe

Orlando Garcia, Olívio Diogo, Alexandro Cardoso